sábado, 18 de dezembro de 2010

Notícias de Angola

Sobe o número de crianças que morrerem por dia no hospital pediátrico de Luanda Rádio Ecclésia

"Pelo menos dez crianças morrem por dia no Hospital Pediátrico “ David Bernardino”, na capital angolana. Este é um número preocupante, segundo o médico especialista daquela unidade hospitalar, Rodrigues João. “As patologias são diversas, os que vêem mais são de foro respiratório, síndromes gripais, diarreias e as malárias” – revelou o médico, em declarações à Rádio Ecclesia.

O médico disse ainda que o hospital carece de técnicos qualificados, sobretudo em enfermagem. “ Muitas das vezes temos apenas um ou 2 enfermeiros na emergência e aparecem entre 5 ou 8 crianças graves” – frisou.

“Também há carência de médicos, muitas vezes são dois médicos fazer internamentos, 1 médico na consulta externa, 2 na emergência, número insuficiente para a quantidade de doentes que aparecem aqui no nosso hospital” acrescentou.

O responsável apontou o lixo, o deficiente saneamento básico e acesso à água potável como as causas principais da proliferação de doenças que afectam sobretudo as crianças na capital angolana.

“É muito difícil. Há muito lixo aqui em Luanda e as crianças são muito propensas. Elas brincam com tudo” – rematou. "


Que tal se o dinheiro do CAN fosse bem investido em prioridades como estas. Ao se salvar ao menos uma criança a mais, teríamos motivos de sobras para  endeusarmos certos personagens. Mais de um bilhão de dólares para se erguer estádios de futebol que estão sendo subutilizados. Num país com 35 anos de independência que não consegue nem resolver o saneamento básico e problemas de doenças curáveis. Dez crianças  morrem por dia num hospital pediátrico que poderia ser o melhor da região em todo continente. Aonde vai o dinheiro do petróleo e dos diamantes?

E ainda tem gente que acha que devemos ser indiferente a esse tipo de tragédia; tem gente que acha que o chefe que está a frente desse tipo de desgraça deve continuar a ser reverenciado como um Deus na Terra. Sua clarividência poderia muito bem enchergar esse tipo de desastre, mas não enchergou. Sabem por que? Porque ele chegou a altura de decidir os destinos do país de maneira unilateral,  de maneira arbitrária, sem contestação, sem acenação da sociedade civil, da Assembléia Legislativa, do Tribunal de Contas, da opinião pública e da imprensa.  E para piorar tem  ao seu lado  uma Cosntituição que da tanto poder  a um só homem. Todos que o rodeiam  deixaram de ser conselheiros de verdade para serem serviçais e bajuladores, um bando de  covardes que fingem estarem a serviço da nação e do povo, que eles só sabem enganar.

Querem que as pessoas se calem diante disso, como se o país inteiro já não tivesse cérebros e inteligência para despertar diante deste tipo desastre provocado por um bando de oportunistas, egocêntricos, cínicos e mentirosos. 

Nelo de Carvalho
nelo6@msn.com
www.blogdonelodecarvalho.blogspot.com

Nenhum comentário: